Efasc debate a produção de alimentos orgânicos

Quinta Semana de Alimentos Orgânicos promovido pela Escola da Família Agrícola de Santa Cruz apresentou casos de produção de jovens egressos

Santa Cruz do Sul – Os alunos da Escola da Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc) e Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol), participaram nesta terça e quarta-feira da 5ª edição da Semana de Alimentos Orgânicos, na sede da EFASC, em parceria com a o APL de Agroindústrias e Produção de Alimentos do VRP, Articulação em Agroecologia do Vale do Rio Pardo (AAVRP). O evento contou com a apresentação de cases de produção de alimentos orgânicos.

315407_712485_img_6539

Seminário de Alimentos Orgânicos debateu produção na Efasc (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

A programação contou com participação do agrônomo e monitor da Efasol, Dênis Jahnke e do produtor Gilmar Carvalho, que trabalha com produção de sementes de arroz orgânico no Assentamento 30 de maio, em Charqueadas. Eles abordaram situações sobre produção agroecológica e os benefícios para a saúde da população.

Também foi realizado um painel com experiências de produção local na agricultura familiar, com a Feira Jovem de Boa Vista, com os jovens Douglas Etges, Maurício Dorfey, Matheus Staub e Luis Hauth, a Associação dos Agricultores Produtores de Alimentos de Sinimbu, por Jean Hirsch; o Sitio Cepa Cipó, por Amadeu Krebs, de Santa Cruz do Sul e Sítio Surucuá Educação Florestal, com a presença de Gabriela Gomes, de Rio Pardo.

O coordenador institucional da Efasc, João Paulo Reis Costa, destaca que o objetivo da semana de Alimentos Orgânicos é apresentar aos alunos as situações existentes da realidade da produção de alimentos orgânicos. “A demanda da população por alimentos saudáveis está crescendo, na região, país e mundo. Estamos debatendo caminhos para que nossos estudantes conduzam este processo dentro das suas famílias, cada vez mais preocupados em oferecer alimentos saudáveis e livres de qualquer tipo de agrotóxico”, destacou.

Sementes

Um dos casos apresentados foi do produtor Gilmar Carvalho, que trabalha com produção de sementes de arroz orgânico no Assentamento 30 de maio, em Charqueadas. Ele apontou que viu a necessidade de produzir a semente, já que o mercado carecia de sementes agroecológicas, algo que não existia. “Tivemos que criar um modelo de produção e atualmente somos uma referência no estado e no país”, ponderou.

O gestor do APL VRP, Jesus Edemir Rodrigues, observa que os debates em torno da produção agroecológica são muito importantes e a presença do Arranjo Produtivo Local, com a divulgação da Plataforma de Comercialização é essencial.

“O consumidor precisa saber diferenciar a produção orgânica da produção sintética quando fizermos a oferta desses produtos, a plataforma vai precisar destacar o sistema de produção do alimento que será ofertado para os consumidores”, explicou.

 

315407_712480_img_6606

João Paulo Reis Costa: demanda crescendo (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

 

315407_712483_img_6638

Gilmar Carvalho trabalha com produção de sementes de arroz orgânico (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

 

315407_712478_img_6525

Seminário de Alimentos Orgânicos debateu produção na Efasc (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT

 

Jacson Miguel Stülp – MTb /DRT-RS 9692

Direção de Conteúdo

Jornalista / Assessoria de Imprensa/ assessoria@casemkt.com

(51) 3056.2840 / 9999.46313

FB: CaseMarketing / Skype: Jacson.miguel.stulp

CASE MARKETING

Rua 28 de setembro, 624 / sala 624 Centro – 96810 174 – Santa Cruz do Sul/RS

www.casemkt.com

APL VRP divulga plataforma de comercialização em eventos da região

314908_711730_dscn4133

Feiras e eventos da região terão apoio do APL VRP (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

Santa Cruz do Sul – Em fase de finalização da Plataforma de Finalização, o Arranjo Produtivo Local (APL) Agroindústria e Produção de Alimentos do Vale do Rio Pardo está realizando a divulgação do aplicativo em diversos eventos que ocorrem na região.

Nos dias 27 e 28 de junho, o APL VRP vai estar presente na Semana dos Alimentos Orgânicos da Escola da Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc), que ocorre na sede da escola, em Linha Santa Cruz. O evento é voltado para alunos da Efasc e público em geral e debate a questão da produção de alimentos orgânicos, com a exposição de experiências dos próprios estudantes da escola e outros produtores.

No dia 5 de julho, em Vale do Sol, ocorre o 1º Seminário Regional de Bovinocultura de Leite, em Vale do Sol, na Comunidade Católica, que contará com a presença de produtores e técnicos do Centro-Serra e do Vale do Rio Pardo). Segundo o escritório local da Emater/RS, o evento foi projetado com um olhar mais sustentável, direcionada aos pequenos produtores, numa uma abordagem prática. As palestras irão abordar sistemas de pastoreio, vantagens no plantio de árvores nas pastagens e bem-estar animal, e experiência em produção de leite.

No dia 7 de julho, em Candelária, às 14h ocorre o início da Feira de Agroindústria e Artesanato da Festa da Colônia na Rua coberta. A abertura oficial da 10ª Festa da Colônia, porém, será realizada às 19h, com abertura dos estandes de gastronomia, Agricultura Familiar e Artesanato.  A festa acontece nos dias 7, 8 e 9.

No dia 12, em Vale do Sol, com realização da Emater e da Prefeitura, com apoio da Escola da Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol) realiza a partir das 8h30, 2ª Troca de Sementes Crioulas e Mudas e 2ª Mostra de Agroindústrias Familiares, na Comunidade Evangélica. A atividade conta com palestra sobre técnicas de conservação de sementes crioulas, relato de experiências dos alunos da Efasol e Efasc, e apresentação de agroindústrias de Vale do Sol.

Políticas Públicas

Já no dia 13, será realizado o Seminário de Políticas Públicas para a Juventude do Campo na perspectiva dos Movimentos Sociais, Sindicais e Cooperativistas, numa promoção da Efasol, Efasc e APL VRP. O objetivo é reunir gestores públicos, movimentos sociais, sindicatos, associações e cooperativas do Vale do Rio Pardo para debater as políticas públicas para a agricultura na região, em especial aquelas voltadas para a juventude do campo. Durante o evento será feito a divulgação da Plataforma de Comercialização (APL-VRP) e as pessoas interessadas poderão tirar todas as dúvidas sobre essa ferramenta.

No dia 23 de julho, o APL VRP estará participando com a divulgação da Plataforma de Comercialização na Festa do Colono e Motorista, que ocorre na localidade Linha Henrique D´Ávila, em Vera Cruz. Na ocasião haverá oito espaços para as agroindústrias familiares exporem os seus produtos. A atividade conta ainda com desfile temático, em homenagem ao Colono e Motorista.

314908_711324_cartaz_seminario_bov_de_leite__vale_do_sol

Seminário de Bovinocultura de Leite (Divulgação)

 

314908_711323_seminario_alimentos_organicos_efasc

Seminário de Alimentos Orgânicos (Divulgação)

 

314908_711322_vale_do_sol_agroecologia

Seminário de Sementes Crioulas (Divulgação)

 

314908_711318_festa_da_colonia_5folder_92_anos_candelaria

Folder Festa da Colônia (Divulgação)

Jacson Miguel Stülp – MTb /DRT-RS 9692

Direção de Conteúdo

Jornalista / Assessoria de Imprensa/ assessoria@casemkt.com

(51) 3056.2840 / 9999.46313

FB: CaseMarketing / Skype: Jacson.miguel.stulp

CASE MARKETING

Rua 28 de setembro, 624 / sala 624 Centro – 96810 174 – Santa Cruz do Sul/RS

www.casemkt.com

APLs buscarão audiência com Sartori para debater futuro

Ação foi deliberada durante Seminário dos APLs de Agroindústria Familiar realizado em Encantado durante e Suinofest

314560_710520_img_5822

Santa Cruz do Sul – Os gestores dos APLs estão preocupados com o futuro da política dos Arranjos Produtivos Locais no Estado. Visto como uma política de incentivo do Governo do Estado para o desenvolvimento de regiões e também de diferentes produções, os APLs receberam aporte de recursos oriundos do Banco Mundial. Prestes a encerrar o convênio entre o Estado e o Banco Mundial, o aporte financeiro aos APLs também está próximo do fim.

E para ter um posicionamento a respeito de como proceder, os APLs reunidos em Encantado na última sexta-feira, durante Seminário realizado na Suinofest, resolveram se mobilizar. Pretendem agendar um encontro com o governador José Ivo Sartori durante a Expointer, em Esteio, e para tanto irão mobilizar a Comissão da Agricultura da Assembleia Legislativa.

“Precisamos debater o futuro dos APLs, especialmente, os da agricultura familiar, que ainda não conseguem ter uma caminhada sem o aporte de recursos do Governo. Atualmente, com a extinção da Agência para o Desenvolvimento e Inovação (AGDI), o programa passou para a coordenação da SDECT, mas ainda não existe uma sincronia entre a secretaria e as coordenações dos APLs, o que gera uma série de questionamento e dúvidas sobre a execução dessa política pública do Estado do Rio Grande do Sul. É necessário este posicionamento”, comenta o gestor do APL Agroindústria e Produção de Alimentos do Vale do Rio Pardo, Jesus Edemir Rodrigues. O encontro em Encantado contou com a presença de APLs do Vale do Taquari, Missões, Alto e Médio Ururguai e o do Vale do Rio Pardo.

Jacson Miguel Stülp – MTb /DRT-RS 9692
Direção de Conteúdo
Jornalista / Assessoria de Imprensa/ assessoria@casemkt.com
(51) 3056.2840 / 9999.46313
FB: CaseMarketing / Skype: Jacson.miguel.stulp

CASE MARKETING
Rua 28 de setembro, 624 / sala 624 Centro – 96810 174 – Santa Cruz do Sul/RS
www.casemkt.com

Entidades preparam evento com foco nas cooperativas de produção

Seminário Regional do Cooperativismo na Agricultura Familiar acontece no dia 30 de junho, nas estruturas da Coopersanta em Santa Cruz do Sul

Entidades e cooperativas se reúnem para organizar o Seminário Regional do Cooperativismo na Agricultura Familiar

Entidades e cooperativas se reúnem para organizar o Seminário Regional do Cooperativismo na Agricultura Familiar

Santa Cruz do Sul – Cooperativas e entidades ligadas ao setor agrícola se reuniram na manhã da última terça-feira, 30 de maio, para organizar o Seminário Regional do Cooperativismo na Agricultura Familiar, que acontece no dia 30 de junho, na Cooperativa de Alimentos Santa Cruz (Coopersanta), em Santa Cruz do Sul. O objetivo do evento é divulgar os trabalhos realizados pelas cooperativas de produção da região, além de fortalecer o setor e mostrar a essência cooperativista. “Queremos mostrar as potencialidades regionais. É um passo muito importante para o cooperativismo”, destacou um dos representantes das instituições organizadoras do seminário, Jeferson Klunk, assistente Administrativo -Técnico Agrícola da Sicredi Vale do Rio Pardo.

O evento, que será realizado em dois turnos, um momento para os associados e outro para a comunidade interessada, vai contar com a participação e apresentação das cooperativas de produção da agricultura familiar da região. Além disso, as cooperativas escolares incentivadas pela Sicredi Vale do Rio Pardo também foram convidadas para expor seus produtos durante o seminário. “Ao ser parceira desta realização, a Sicredi Vale do Rio Pardo evidencia seu compromisso com o desenvolvimento regional e com o crescimento de seus associados”, ressaltou o vice-presidente da entidade, Pedro Carlos Thessing. Ele ainda falou sobre a necessidade de mostrar que o cooperativismo não é apenas um colaborar com o outro, mas sim, trabalhar de forma sustentável.

Conforme o presidente da Coopersanta, Cássio Baptista, o seminário vai servir também para aproximar as cooperativas da região. “Precisamos de todos para realizar este evento. Teremos ‘bons frutos’”, salientou. Além da Sicredi Vale do Rio Pardo e da Coopersanta, são parceiras da iniciativa a Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Vera Cruz (Coopervec); Cooperativa Léo-Boqueirense de Agricultores Familiares (Cooperlaf); Cooperativa Agrícola de Passo do Sobrado e Vale Verde (Coopasvale); Cooperativa Regional dos Agricultores Familiares Ecologistas (Ecovale); Prefeituras de Santa Cruz do Sul e Vale do Sol; Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), por intermédio do Programa do Arranjo Produtivo Local (APL); Centro de Apoio e Promoção de Agroecologia (Capa/Santa Cruz do Sul); Unidade de Cooperativismo de Santa Cruz – Emater/RS-Ascar; Regional Sindical Vale do Rio Pardo e Baixo Jacuí / Fetag-RS; Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) Vale do Rio Pardo; e Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra).

Assessoria de Imprensa Sicredi Vale do Rio Pardo