Daqui Alimentos é lançado durante o Encontro dos APLs

Aplicativo será utilizado pelos agricultores familiares para gestão da propriedade e comercialização de produto

Rio Pardo – O APL Agroindústria e Produção de Alimentos da Agricultura Familiar do Vale do Rio Pardo fez o lançamento do aplicativo Daqui Alimentos nesta quarta-feira, dia 21, durante o 5º Encontro de APLs do Estado, que ocorreu no Centro Vocacional Tecnológico (CVT), que reuniu 32 arranjos do Rio Grande do Sul. O mesmo passa a ser utilizado por agricultores familiares, comerciantes, consumidores para realizarem suas relações comerciais.

A explanação da sua funcionalidade foi feita pelo gestor do APL Agroindústria e Produção de Alimentos, Jesus Edemir Rodrigues e pelo professor da Unisc, Eduardo Kroth, um dos desenvolvedores do sistema. “O aplicativo ainda está em fase de evolução e iremos fazer ajustes ao longo dos próximos 60 dias, ainda a partir das primeiras demandas que forem surgindo”, observou Jesus.333716_775516_img_0214

O aplicativo Daqui Alimentos é uma plataforma digital para comercializar, gerenciar e de divulgação de produtos da agricultura familiar. Ele foi concebido pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), vai beneficiar em torno de mil produtores de alimentos em 23 municípios do Vale do Rio Pardo, e vai tornar ainda mais próximos os agricultores e os consumidores. A partir do lançamento, marcado para quarta-feira, dia 21, às 11h, durante o Encontro Estadual dos APLs no Centro Vocacional Tecnológico, na Expoagro 2018, os agricultores familiares passarão a ter uma ferramenta digital gratuita para a divulgação dos seus produtos e para contato direto com os clientes.

Já os clientes e consumidores terão um aplicativo para smartphone ou no computador um espaço pelo qual poderão estabelecer contato direto com os produtores, fazer encomendas e até conhecer os processos de industrialização dos produtos.

O coordenador do Arranjo Produtivo Local Produção de Alimentos e Agroindústria Vale do Rio Pardo (APL VRP), João Paulo Reis Costa, observa que a plataforma surgiu da necessidade dos agricultores e proprietários de agroindústrias de colocar seus produtos no mercado. Ao criar a plataforma digital, os idealizadores foram além e também incluíram ferramentas de auxílio à gestão das propriedades produtoras de alimentos, já que o gerenciamento da atividade também representava um problema para boa parte dos empreendedores.

Os agricultores interessados em se beneficiar da plataforma recebem cursos e treinamentos para usarem a ferramenta, que permite fazer operações off-line para atualizações quando seu computador ou smartphone receber sinal de internet. Cada agricultor terá seu login para acessar seus espaços, promover atualizações e estabelecer contatos com os clientes. E os consumidores poderão baixar o aplicativo, pelo qual poderão pesquisar os alimentos das agroindústrias e produtores unidades familiares produtoras de alimentos cadastrados, saber detalhes dos produtos que lhe interessam e fazer encomendas.

“Com a ferramenta, há a possibilidade de se criar um controle social, com relacionamento direto que pode resultar até em visitas nas propriedades produtoras e em fidelização de consumo”, explica João Paulo Reis Costa.

Como projeto de aperfeiçoamento da ferramenta digital, deve ser possível no futuro a emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) pela plataforma Daqui Alimentos, o que vai facilitar os trâmites para o fornecimento direto dos produtores rurais para restaurantes, supermercados e demais empresas de alimentação.

Até o dia 31 de maio, o Daqui Alimentos vai funcionar em modo de treinamento, para que todos possam utilizar a ferramenta de forma a se familiarizar com ela. O aplicativo pode ser baixado pelo Google Play ou IOS, procurando pelo APP Daqui Alimentos ou acesse a página www.daquialimentos.com.br.

Durante o 5º Encontro de APLs, outros dois arranjos produtivos fizeram a exposição de suas atividades. São eles o APL de Polo de Moda do Norte Gaúcho, e o Trino Polo, de Caxias do Sul. A tarde foi reservada para orientações dos coordenadores da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Estado (SDECT) a respeito da prestação de contas.

333716_775513_img_0168

Professor Eduardo Kroth, da Unisc, que desenvolveu o aplicativo (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

 

333716_775512_img_0192

Jesus Edemir Rodrigues explica o funcionamento do aplicativo Daqui Alimentos (Jacson Miguel Stülp/CaseMKT)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *