Agricultura Familiar tem feira de produtos durante a Oktoberfest

Agroindústrias de alimentos, de artesanatos, expositores de flores e viveiros, e ervateira participaram da programação

11Os agricultores familiares do Vale do Rio Pardo participaram ativamente da 33ª Oktoberfest. Por intermédio da Feira da Agroindústria Familiar, em torno de 30 empreendimentos da região do Vale do Rio Pardo estiveram na festa da Alegria, onde tiveram a oportunidade de expor e de comercializar produtos. Um montante de R$ 140 mil foi comercializado em produtos no local.
O espaço foi localizado junto ao Pórtico do Parque da Oktoberfest e foi disponibilizado com recursos da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo – SDR numa parceria com o APL de Agroindústria e Produção de Alimentos do Vale do Rio Pardo.
2Segundo o gestor do APL VRP, Jesus Edemir Rodrigues, o objetivo foi o de disponibilizar este espaço para os agricultores familiares, sendo uma oportunidade de negócios. “Da mesma forma como apoiamos outras feiras, a Oktoberfest é um espaço importante para as agroindústrias e os agricultores familiares”, citou.
Estiveram presentes 20 agroindústrias de alimentos, que apresentaram os mais variados produtos, seis de artesanato e três expositores de flores e viveiros e uma ervateira. Segundo o coordenador geral da Feira da Agroindústria Familiar, Moisés Mora, a oportunidade foi muito importante. “O visitante teve à sua disposição produtos como cucas, pães, salames, até artesanatos e bebidas. Trata-se de um ambiente para promover o que é produzido nas propriedades da nossa região”, explica Mora.
Os agricultores do interior de Santa Cruz do Sul e região têm na comercialização dos produtos o sustento de suas famílias. “Os produtos coloniais da nossa região, além de deliciosos, são de muita qualidade. Todo ano, sempre temos uma grande procura da feira da agroindústria familiar. É um espaço que já está consolidado em nossa programação”, completou Mora.
Participaram da Oktoberfest as seguintes agroindústrias: Agro 66 Embutidos, de Vera Cruz; Agroindústria Palmajo, de Rio Pardo; Agroindústria Sabor Caseiro, de Barros Cassal; Agroindústria Sabores do Vale, de Vale do Sol; Agroindústria Tebeck, de Pantano Grande; Agroindústria Todo Dia, de Barros Cassal; Agroindustrial Tigre, de Arroio do Tigre; Alambique Belvedere, de Augusto Pestana; Alevinões Schneider, de Passo do Sobrado; Amigas do Campo Artesanato, de Santa Cruz do Sul; Arte Haus Artesanato, de Sinimbu; Associação Santacruzense de Apicultores, de Santa Cruz do Sul; Basteleihaus – Casa de Trabalhos Manuais, de Santa Cruz do Sul; Bella Flor, de Rio Pardo; Cantinho do Artesanato, de Sinimbu; Cooperg, de Garibaldi; Cooperlaf, de Boqueirão do Leão; Coopersanta, de Santa Cruz do Sul; Destilados Santin, de Bento Gonçalves; Embutidos Godoy, de Santa Cruz do Sul; Erva Mate Santa Cruz, de Santa Cruz do Sul; Grupo de Produtores de Flores, Passo do Sobrado; Hirsch Conservas, de Santa Cruz do Sul; Indígenas Kaingang, de Porto Alegre; Iraci Artesanato, de Sinimbu; Natura Eat Alimentos, de Venâncio Aires; Nossa Casa Produtos Coloniais, de Passo do Sobrado; Shena Whurst Haus, de Santa Cruz do Sul; Sucos Bartz, de Vera Cruz; e Viveiro de Mudas Eisenhardt, de Santa Cruz do Sul.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *