APL Agroindústrias Familiares VRP recebe primeiros recursos

Reunião ocorreu na sede da Afubra (foto: Luciana Jost Radtke/Afubra)

Após a assinatura do convênio do Arranjo Produtivo Local (APL) Agroindústrias Familiares do Vale do Rio Pardo, feita pelo Governo do Rio Grande do Sul, na semana passada, o Arranjo recebe os primeiros recursos. Na tarde de ontem (21), na sede da Afubra, em Santa Cruz do Sul, a reunião de governança do APL definiu os 11 beneficiários das verbas recebidas via Fundo Estadual de Apoio aos Pequenos Empreendimentos Rurais (Feaper), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), do RS.

Serão beneficiados com até R$ 10 mil por agroindústria familiar, os empreendimentos sugeridos pelos líderes do APL de Arroio do Tigre, Ibarama, Segredo, Candelária, Vale do Sol, Vera Cruz, Santa Cruz do Sul, Rio Pardo, Vale Verde, Venâncio Aires e Passo do Sobrado. Para receber os recursos, as agroindústrias farão um projeto, via Emater, que será encaminhado a SDR, informando o destino do valor.

Na mesma reunião foram apresentados os colaboradores da Afubra – gestora do APL Agroindústrias Familiares Vale do Rio Pardo – que irão trabalhar pelo Arranjo: Jesus Edemir Rodrigues e Rodrigo Thomé, para os cargos de Gestor Executivo e Auxiliar Administrativo, respectivamente. A próxima reunião da governança acontecerá no dia 1º de outubro. Atualmente, o APL conta com 23 municípios e o cadastro de 165 agroindústrias familiares.

CURSO TÉCNICO
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSul) seleciona alunos para o curso Técnico em Agroindústrias, na modalidade a distância, para o Pólo de Vera Cruz. As aulas serão a distância e as provas, presenciais, em Vera Cruz, com vaga para 50 alunos e duração prevista de dois anos. A aprovação habilita o aluno a registrar-se no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (Crea-RS).

Os interessados devem fazer sua inscrição pelo site http:www.ifsu.edu.br/processoseletivo até o dia 27 de agosto, com confirmação a ser feita, pelo mesmo site, entre os dias 28 e 30 de agosto. As aulas têm início previsto para a segunda quinzena de setembro.

LANÇAMENTO
O APL Agroindústrias Familiares Vale do Rio Pardo terá seu lançamento oficial realizado no dia 6 de setembro, durante a abertura da 42ª Exposição de Orquídeas, 8ª Festa das Flores e 9ª Feira de Descontos, que acontecem nos dias 6, 7 e 8 de setembro, no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul.

SAIBA MAIS:
APL é uma articulação, entre empresas, trabalhadores, governo e instituição, colocados em regime de colaboração, com o objetivo de desenvolver atividades econômicas correlatas. Ele age sobre uma mesma região e estimula vínculos de produção, interação e aprendizagem. O Programa de Fortalecimento de Cadeias e Arranjos Produtivos Locais é coordenado pela AGDI.

O APL Agroindústria Familiar Vale do Rio Pardo tem por objetivo desenvolver, incrementar e incentivar as agroindústrias familiares, de forma legal, e garantir uma fonte alternativa de renda às pequenas propriedades rurais.
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra

Governo do RS assina convênio com o APL Agroindústrias Familiares do Vale do Rio Pardo

A tarde de ontem (14) foi especial para o desenvolvimento das agroindústrias familiares do Vale do Rio Pardo. No Galpão Crioulo do Palácio Piratini, em Porto Alegre, o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, assinou o convênio do Arranjo Produtivo Local (APL) da Agroindústria Familiar do Vale do Rio Pardo. Por parte do APL, a assinatura foi realizada por Benício Albano Werner, presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), entidade gestora do Arranjo.

Presidente da Afubra assina convênio do APL (foto: Luciana Jost Radtke/Afubra)

Ao destacar os novos APLs – enquadrados no edital 01/2013 da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI)-, o governador explicou que os convênios consolidam uma política pública permanente de arranjos como instrumento de desenvolvimento local. “Estamos atuando em todas as áreas do desenvolvimento econômico, respeitando as características e especificidades de cada região e setor produtivo. A consolidação dos APLs é mais um exemplo dessa política e será fundamental para que o Rio Grande do Sul obtenha patamares de crescimento do PIB acima dos índices do país”.

Governador Tarso Genro (foto: Caco Argemi/Palácio Piratini)

Será disponibilizado um total de R$ 21 milhões, em quatro anos, para apoio à governança, agenda de ações, elaboração de planos de desenvolvimento e projetos de simbiose e promoção comercial. Os recursos devem ser usados na estruturação e manutenção de uma entidade gestora que confira capacidade técnica para gestão de projetos do arranjo. “Com a consolidação da política estadual, o desafio agora é de que os APLs se consolidem como protagonistas do desenvolvimento em sua região”, avalia o diretor de Produção e Inovação da AGDI, Sérgio Kapron. O conjunto de 20 arranjos apoiados reúne 18 mil empreendimentos, que empregam 307 mil trabalhadores em 19 regiões do Estado.

Diretor de Produção e Inovação da AGDI, Sérgio Kapron apresentou os APLs (foto: Luciana Jost Radtke/Afubra)

No evento, também foi lançada a 2ª Conferência Estadual de APLs, marcada para o final de outubro, na qual serão debatidas e propostas orientações para as políticas públicas voltadas aos arranjos. Foi assinado, ainda, o decreto que regulamenta o Fundo APL que, a partir de incentivos fiscais, possibilita que os arranjos recebam recursos para a realização de projetos.

SAIBA MAIS:
APL é uma articulação, entre empresas, trabalhadores, governo e instituição, colocados em regime de colaboração, com o objetivo de desenvolver atividades econômicas correlatas. Ele age sobre uma mesma região e estimula vínculos de produção, interação e aprendizagem. O Programa de Fortalecimento de Cadeias e Arranjos Produtivos Locais é coordenado pela AGDI.

O APL da Agroindústria Familiar do Vale do Rio Pardo tem por objetivo desenvolver, incrementar e incentivar as agroindústrias familiares, de forma legal, e garantir uma fonte alternativa de renda às pequenas propriedades rurais.
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra
(com informações da Assessoria do Governo do RS)

Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag ,. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.